Cidades

Famílias recebem chaves de apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida

  • Publicado em 28/Nov/2018 às 17h09 ( atualizado às 17h10).

Com o apoio do Governo do Estado, que garante preços acessíveis de unidades habitacionais, mais 28 famílias receberam, na manhã desta terça-feira, 27, as chaves dos apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida 2, no Residencial Vênus. Uma dos beneficiários, a técnica de enfermagem Luiza Dias Viana comemorou a conquista. “É uma vitória, porque a gente trabalha com um objetivo, e a conquista desse apartamento é a realização de um desses objetivos. Estou muito feliz”, ressaltou.

O funcionário público Jonas Cunha realizou o sonho da primeira casa própria. Para ele, os benefícios do programa facilitaram a conquista do imóvel. “A facilidade da entrada, o valor do financiamento, tudo isso contribuiu para que esse sonho se realizasse. Sair do aluguel é sem dúvida uma vitória, parte da minha realização pessoal se consolida nesse momento”, comemorou.

Na parceria, o Estado, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (Terratins), entrou com a doação da área, de 1.888 m², possibilitando, assim, diminuir o custo do imóvel, a redução de taxas, dos juros subsidiados, facilitando as condições de financiamento com a Caixa Econômica Federal.

Com a entrega dos apartamentos do Residencial Vênus, localizado na Quadra 504 Norte (Arne 61), HN-4, Alameda 28, Lote 02 já somam 252 apartamentos direcionados a servidores públicos estaduais e municipais, entregues pelo Governo do Estado e pela Caixa Econômica Federal.

Os apartamentos possuem 61,31 m² de área privativa, dois quartos, sendo uma suíte; banheiro social, com espaços adaptáveis para pessoas com necessidades especiais; cozinha americana; área de serviço; sacada; laje técnica; vaga de garagem; salão de festas e playground.

O programa prevê, ao todo, a construção de mais de 1.200 unidades habitacionais em diversas regiões de Palmas nas Faixas 1,5 e 2. O Tocantins foi o primeiro Estado a criar uma linha de financiamento habitacional para servidor público estadual e municipal, tornando-se pioneiro neste modelo.

De acordo com o vice-governador, Wanderlei Barbosa, o Governo do Estado vai estudar a expansão do programa para outros municípios. “Essa é uma iniciativa que ajuda diminuir o déficit habitacional no Estado. Com o preço mais acessível, os servidores públicos e a população em geral têm a oportunidade de realizar o sonho da casa própria. O Governo vai continuar incentivando esse tipo de projeto e de parceria com a Caixa Econômica Federal”, afirmou.

Etapas

A primeira etapa do programa prevê a construção de 392 unidades habitacionais na Quadra 504 Norte (Arne 61), em Palmas, todas na Faixa 2. Dessas, já foram entregues 224 apartamentos, sendo 56 no Residencial Netuno, 84 no Residencial Marte e 84 no Residencial Saturno. Essa é a quarta fase desta etapa, somando assim 252 apartamentos entregues até agora. O Minha Casa Minha Vida 2 atende pessoas com renda de R$ 4.000 até R$ 6.500, em especial os servidores públicos estaduais.

O Governo do Estado, por meio da Terratins, no início de outubro deste ano, homologou uma nova etapa do Programa, que prevê a construção de mais 832 unidades habitacionais, incluindo unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida Faixa 1,5 e Faixa 2. Com a inclusão do Faixa 1,5, também passaram a ser beneficiadas as famílias com renda entre R$ 1,8 mil e R$ 2,600.

Nesta segunda etapa, serão 528 unidades habitacionais do Faixa 1,5, sendo 336 localizadas na ACLNO-33, no valor de R$ 121,9 mil e 192 localizadas na Arso-131, no valor de R$ 115,9 mil. Já do Faixa 2 são 304 unidades habitacionais, localizadas na Arso-131, no valor de R$ 162 mil.

De acordo com o presidente da Terratins, Aleandro Lacerda, a últimas unidades da primeira etapa estão sendo contratadas e que, a partir do próximo ano, os interessados já podem procurar a Terratins. “A partir de fevereiro, os interessados em adquirir sua unidade habitacional já podem começar a procurar a Terratins, a Caixa Econômica Federal, para realizar a simulação de compra dos apartamentos. É uma forma facilitada que o Governo do Estado traz para o servidor e posteriormente, 90 dias após a abertura da contratação, vamos abrir para as pessoas que se encaixam nas faixa de renda”, apontou.  


Fonte: Secom