Geral

Hemorrede alerta para a importância de doações contínuas de sangue

  • Publicado em 05/Dez/2018 às 11h13 ( atualizado às 11h14).

Atos de solidariedade para doação de sangue para um conhecido, parente ou vítimas de acidentes são oportunidades que os hemocentros têm para ganhar e fidelizar novos doadores. Contudo, especialistas da Hemorrede Tocantins alertam para a necessidade de uma cultura rotineira de doações, a fim de que, quando acontecer situações que necessitem de sangue, a quantidade necessária já esteja à disposição. A população deve manter uma rotina de doações nos hemocentros do Estado.

“Os hemocomponentes produzidos a partir do sangue coletado dos doadores têm validades distintas: plaquetas têm validade de cinco dias apenas e o concentrado de hemácias de 35 dias. Por isso, o ideal é que as doações sejam distribuídas durante o mês para garantir um estoque seguro em todo o período”, explicou o biomédico da Hemorrede, Edmar Teodoro.

O biomédico alerta ainda para os prazos entre as doações. O intervalo entre cada doação é de 60 dias para homens e de 90 dias para mulheres.

A Hemorrede destaca, também, que está acompanhando as notícias do caso do acidente ocorrido no domingo, 2, no lago, que vitimou uma triatleta. “Em situações como essa é comum haver grande comoção, o que leva as pessoas, movidas pelo nobre sentimento de solidariedade a procurarem o Hemocentro, para doar sangue. Já atendemos as solicitações de sangue efetuadas pelos médicos que estão cuidando da paciente e é importante que recebamos doações que irão suprir e repor nosso estoque”, afirmou a superintendente que responde pela Política Estadual do Sangue e Hemoderivados do Estado do Tocantins, Pollyana Gomes Pimenta.

Além disso, a superintendente informou que quem pretende fazer sua doação, não há necessidade de correria. Basta dirigir-se a qualquer unidade da Hemorrede (Palmas, Araguaína, Gurupi, Augustinópolis e Porto Nacional). Em Palmas e Araguaína, o horário de funcionamento é de segunda-feira até sexta-feira, das 7 às 18 horas e aos sábados das 7 às 12 horas. Em Gurupi, Augustinópolis e Porto Nacional, o funcionamento é de segunda a sexta, das 7 às 12 horas.

Quem pode doar

O candidato à doação deve ter entre 16 e 69 anos de idade (jovens entre 16 e 17 anos podem ser aceitos como candidatos à doação de sangue, com o consentimento formal assinado pelo responsável legal e apresentação de um documento oficial com foto, para cada doação). Todo doador deve apresentar um documento oficial com foto. O limite para a primeira doação é de 60 anos de idade e peso mínimo de 50 kg. É importante não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas que antecedem a doação.

Informações

Palmas - HGP (63) 3218-7336 - HCP/ Unidade 301 Norte (63) 3218-3232/ 08006428822

Araguaína - (63) 3411-2915/ (63) 3411-2917

Gurupi - (63) 3312-2237

Augustinópolis - (63) 3456-1308


Fonte SECOM