Tocantins

Presidente da Câmara de Alvorada se solidariza com servidores não recontratados e afirma que vai pedir explicações ao prefeito

O Vereador Nei China diz que prefeitura não renovou o contrato dos servidores por iniciativa própria e Câmara vai cobrar explicações ao prefeito Paulinho Lima (PSDB).

  • Publicado em 04/Jan/2019 às 10h48 ( atualizado às 11h02).




Presidente da Câmara de Alvorada, Nei China diz não entender postura do prefeito diante da Câmara e defende harmonia entre os poderes para não prejudicar a população. 

O Presidente da Câmara Municipal de Alvorada, Nei China (PSD) disse ao portal www.claudemirbrito.com.br que a não renovação dos contratos dos servidores contratados da prefeitura de Alvorada ocorreram por decisão exclusiva do prefeito Paulinho Lima (PSDB), e não por culpa dos vereadores como estaria sendo ventilado nos bastidores e nos grupos de WhatsApp.

Segundo Nei China, o legislativo municipal vai cobrar explicações uma vez que a prefeitura tem “muito recurso em caixa e que o percentual de gasto com servidores está abaixo do exigido na LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal”.

"São pais de família que ficaram desempregados por ação exclusiva do prefeito, e nós precisamos que sejam readmitidos, primeiro pelo senso de justiça e segundo porque é dinheiro circulando em nossa cidade", afirmou Nei China.

Entenda
A prefeitura alega que não pode renovar os contratos dos servidores devido o recesso da Câmara. Mas segundo o presidente da Câmara, Nei China, o executivo não enviou nenhum pedido para a apreciação dos vereadores sobre a renovação dos contratos e apesar do recesso é possível fazer uma sessão extraordinária basta o prefeito solicitar. “Não chegou nenhum pedido do executivo pedindo a autorização para a renovação dos contratos. Se tivesse mandado nos fazíamos sessão de madrugada se fosse preciso, para manter esses pais de família que hoje estão desempregados em seus respectivos empregos”, finalizou Nei China.

O vereador Javan Querido (MDB) disse que o prefeito Paulinho Lima tenta desgastar a imagem da câmara perante a população ao afirmar que não pode renovar os contratos porque depende da aprovação de um projeto no legislativo que está de recesso. “O prefeito na intenção de difamar a Câmara porque ano que vem é eleição, vem tentando desgastar a imagem da Câmara perante a população. Vem soltando mentiras novamente. Como a Câmara está de recesso e eles estão falando que precisa da aprovação de um projeto para poder contratar novamente esse pessoal, a gente desafia ele a montar o projeto e mandar para a câmara. Na semana que vem nós aprovamos esse projeto em qualquer dia e horário. Se esta for a questão que impede”, finalizou.

Briga política
Segundo fontes, percebe-se que a relação entre os dois poderes não é das melhores. Nos bastidores, corre que o prefeito Paulinho Lima já teria dito que não precisa de apoio de vereador. A relação azedou ainda mais quando o atual presidente Nei China foi reeleito apesar dos esforços do Paço Municipal para eleger o vereador Adomilton Leão. Hoje o prefeito tem o apoio da minoria.
 
Apesar do climão, o presidente reeleito Nei China já defendeu a harmonia entre os poderes, e manifestou não entender o comportamento do prefeito em querer desgastar a imagem do legislativo municipal.