Tocantins

Prefeitura de Peixe vai economizar com estrutura do carnaval para investir na climatização das escolas

  • Publicado em 07/Fev/2019 às 16h11 ( atualizado às 16h37).



A crise econômica enfrentada pelos municípios tem feito com que vários prefeitos cancelem ou minimizem gastos com a festa de carnaval. Em Peixe, região sul do Tocantins, a prefeitura resolveu diminuir o valor do investimento que nos anos de 2017 e 2018 foram de R$ 50 mil, para investir na climatização das escolas da rede municipal de ensino.

“Gastamos 50 mil reais em média nos carnavais de 2017 e 2018. Esse ano resolvemos encaminhar a maior parte desses recursos para climatizar as escolas Olavo Bilac e JK. Contudo, resolvemos manter o carnaval, mas com orçamento limitado ao valor de R$ 10 mil”, explicou o prefeito José Augusto

Ainda de acordo com o prefeito, será usado um palco próprio, som local, e serão apenas três dias de carnaval, sendo sábado, domingo e segunda, pois se for totalmente cancelada a festa, a economia local será prejudicada. “A animação era feita em dois dias com dJs locais e um dia com uma banda local. Não concordo com o cancelamento total da festa de momo, mas a crise financeira que hoje atinge todos os municípios não nos permite manter os investimentos em festas. Essa postura de reduzir os gastos com eventos deve atingir o aniversário da cidade e a temporada de praia. A maioria das cidades não tem condições de fazendo carnaval esse ano, mas o cancelamento prejudica a economia local, razão pela qual imagino que uma redução acentuada dos gastos e a melhor solução”, finalizou.