Goiás

Com aliados contrariados, Eronildo Valadares vai para o tudo ou nada

  • Publicado em 25/Fev/2019 às 17h23 ( atualizado às 10h08).



Após enfraquecimento da sua base, Eronildo Valadares (PMDB) direciona ataques ao prefeito Pedro Fernandes (PSDB). 


Parece que o principal lider da oposição em Porangatu quer realmente antecipar o debate eleitoral. O ex-prefeito Eronildo Valadares (PMDB), com as previsões do deputado federal José Nelto (Podemos) disparou contra a gestão do atual prefeito Pedro Fernandes o acusando de não estar conseguindo fazer o dever de casa.

A matéria foi publicada no jornal goiano Opção, onde também foi mencionado até uma possível candidatura do ex-deputado estadual Júlio da Retífica a prefeito nas eleições de 2020.

Ou tudo ou nada

Que os aliados querem a volta do ex-prefeito Eronildo Valadares até pode ser, principalmente depois do balde de água fria que o governador Ronaldo Caiado jogou não convocando nomes da oposição para ocupar cargos do governo em Porangatu, até que a reforma administrativa seja aprovada pela ALEGO. Isso desmotivou e contrariou muita gente que fazia oposição ferrenha nas redes sociais contra o atual prefeito, na expectativa de arrumar um emprego no Estado. Talvez por isso, Eronildo que antes não aparecia para jogar pedras, teve que mostrar a cara e ir para o enfrentamento.

Crise

Sobre os problemas no município citados pelo jornal, vale lembrar que prefeitos de todo o país enfrentam forte crise financeira, fazem malabarismo para manter a folha de pagamentos em dia, e a manutenção dos serviços básicos, bem diferente da época que Eronildo Valadares era prefeito e conseguia até guardar dinheiro. Mas isso não significava que a cidade estava livre dos buracos nas ruas e avenidas, crise na saúde, entre outras dores de cabeça para a comunidade, tanto é que Eronildo não conseguiu se reeleger.  

Outros tempos, novo cenário político, o que não mudou é a forte rejeição que o ex-prefeito carrega desde as eleições de 2016, e isso pode ser decisivo na hora da oposição fazer a escolha dos seus candidatos, principalmente com os nomes que estão surgindo pela terceira via.

Previsões

Independente disso, contrariando as previsões do deputado José Nelton, o atual prefeito Pedro Fernandes está conduzindo da melhor forma possível, diante desse cenário de crise, a prefeitura. Nos últimos dois anos autorizou várias frentes de serviços e entregou vários equipamentos para diversas áreas da gestão. Fez cortes necessários e ações corajosas para equilibrar as finanças, mesmo colocando em risco sua popularidade.

Com isso, se continuar nesse ritmo até o ano que vem, dificilmente Pedro Fernandes não irá disputar a reeleição, e muito menos abrir espaço para seu cunhado, Júlio da Retífica (PTB), ser o candidato.