Tocantins

Técnicos do Ruraltins participam de curso sobre produção de Tambaqui

  • Publicado em 11/Mar/2019 às 22h09 ( atualizado às 22h11).

Técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) participam de terça-feira, 12, a quinta-feira, 14, do curso de produção de Tambaqui em viveiros escavados e novas tecnologias. O treinamento faz parte do projeto Peixe Mais no território do Bico do Papagaio, desenvolvido pela Embrapa Pesca e Aquicultura, e ocorrerá em Araguaína, no auditório do Sebrae.

De acordo com o gerente de Aquicultura do Ruraltins, Andrey Costa, o curso tem duração de 20 horas e contará com a participação de 25 profissionais do órgão, além de piscicultores contemplados pelo projeto.

“Na oportunidade, vamos fazer uma reciclagem dos conhecimentos, bem como promover uma troca de experiências entre os participantes para atender, da melhor forma possível, as demandas das 42 propriedades rurais alcançadas pelo projeto no Tocantins, respeitando as características de cada região, com a finalidade de solucionar problemas e potencializar a produção dos piscicultores. Esse trabalho é feito em parceria com a Embrapa Pesca e Aquicultura, pois são os pesquisadores que criam as tecnologias, e nós da extensão rural as transferimos para o produtor rural, assistidos pelo Ruraltins”, frisou o gerente.

A capacitação será ministrada em dois momentos, sendo o primeiro apresentando conteúdos teóricos, no auditório do Sebrae, e a parte prática será realizada no dia de campo, em uma unidade de referencia tecnológica.

“A programação traz temas importantes no desenvolvimento da cadeia produtiva do Tambaqui, como o panorama da espécie no Tocantins, legislação vigente e licenciamento ambiental, sistemas de cultivo, manejo alimentar e nutrição na recria e engorda. E, na parte prática, teremos o dia de campo abordando a biometria, estimativa de biomassa do viveiro e cálculo da quantidade de ração, além do monitoramento da qualidade água e recomendações de manejo”, explicou Andrey Costa.



Peixe Mais

O projeto Peixe Mais consiste na transferência de tecnologia em piscicultura de água doce no Tocantins: cultivo de Tambaqui em viveiro escavado e tanque rede, por meio de capacitações continuadas. O objetivo é formar técnicos multiplicadores em boas práticas de cultivo de Tambaqui em viveiros escavados para melhorar e aumentar a produção de pescado dos produtores atendidos pelos técnicos capacitados nesse projeto.

Programação

12 de março

8 horas – Abertura;

8h20 – Apresentação do projeto Peixe Mais;

8h40 - Panorama da cadeia produtiva de tambaqui no Tocantins;

9h40 – Discussão;

10h10 – Intervalo;

10h30 – Legislação vigente e licenciamento ambiental;

11h30 – Discussão;

12 horas – Intervalo;

14 horas – Sistemas de cultivo (extensivo, semi-intensivo e intensivo em viveiros escavados com aeração) e procedimentos para iniciar uma piscicultura em viveiros escavados;

15 horas – Discussão;

15h10 – Infraestrutura de viveiros escavados;

16h10 - Discussão;

16h20 - Intervalo;

16h40 - Preparação de viveiros, aquisição de alevinos, transporte de alevinos e povoamento;

17h40– Discussão;

18 horas – Encerramento.



13 de março

8 horas - Planejamento de produção;

9 horas – Manejo Alimentar e nutrição na recria e engorda;

10 horas - Intervalo;

10h20 - Monitoramento de qualidade da água;

11h40 - Discussão;

12 horas – Intervalo para o almoço;

14 horas – Principais enfermidades na piscicultura;

15 horas – Discussão;

15h10 – Tratamento de efluentes;

15h40– Intervalo;

16h40 - Despesca, conservação e beneficiamento;

17h40 – Discussão;

18 horas - Encerramento.



14 de março

9 horas - Dia de campo;

Estação 1 – Biometria, estimativa de biomassa do viveiro e cálculo da quantidade de ração;

Estação 2 – Monitoramento da qualidade água e recomendações de manejo. 

Fonte: SecomTO