Goiás

Secretária de Saúde diz que novo Posto de Saúde do setor Maringá deve ser entregue daqui um ano

  • Publicado em 15/Abr/2019 às 12h48 ( atualizado às 13h06).

Sobre o fechamento do Posto de Saúde do Setor Maringá, ocorrido na semana passada, a secretária de Saúde, Carla Marques de Oliveira, disse ao portal www.claudemirbrito.com.br que por estar naquele imóvel, o SUS parou de passar a verba mensal de 7600,00 desde dezembro 2010. “Se somarmos de lá para cá, Porangatu perdeu 760 mil de verbas de custeio. Estamos levando essa equipe para adequar as exigências do SUS e voltar a receber esse custeio, e com essa economia junto com o aluguel que deixaremos de pagar, poder terminar o posto que está com a construção paralisada”, explicou a secretária.

Os pacientes que eram atendidos no Posto do Setor Maringá passarão a ser atendidos na UBS Central, provisoriamente, na antiga sede do OSEGO, até que as obras paralisadas de um outro posto de saúde seja concluída no setor Maringá. O prazo para terminar essa obra é de 12 meses. “Essas transferências são temporárias, até terminarmos a obra do próprio bairro que foi paralisada na gestão passada”, finalizou.