Goiás

Médica nega ter negligenciado atendimento e secretária explica que sistema de cores defini a ordem de atendimento no Hospital Regional de Porangatu

  • Publicado em 15/Abr/2019 às 14h17 ( atualizado às 14h30).



Uma médica do Hospital Regional de Porangatu que semana passada foi alvo de reclamações por parte de pacientes, voltou a ser acusada de negligenciar atendimento médico a crianças. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra uma mulher reclamando que não recebeu atendimento apesar de ter chegado de madrugada no Hospital.

Na manhã de hoje, o portal www.claudemirbrito.com.br entrou em contato com a secretária de saúde, Carla Marques que afirmou ter ocorrido troca de plantonistas no momento da gravação do vídeo e provavelmente o segundo médico de plantão estava auxiliando cirurgias no centro cirúrgico.

Ainda de acordo com a secretaria, os atendimentos são classificados por risco, através do protocolo de Manchester e se houver pacientes mais graves esses terão prioridade no atendimento segundo a escala de risco. “Procedimentos como lavagem de ouvido ou consulta simples deverão procurar os postos de saúde”, afirmou a secretária.

O portal www.claudemirbrito.com.br entrou em contato com a médica Janaina Carvalho que estava como plantonista no Hospital Regional quando o video foi gravado, e a mesma disse que não negligenciou atendimento aos pacientes, porque estava realizando parto no centro cirúrgico e posteriormente atendendo os pacientes em situações mais graves.

Sobre a acusação de ter dito que não ia atender mais pacientes, pois tinha compromisso em Mutunópolis, a médica disse que seu plantão terminou às 7:00 da manhã, mas continuou no hospital até 7:30 para atender uma paciente.

Ainda segundo a médica, os pacientes que aparecem no vídeo, eram classificados como VERDE, ou seja, com o menor grau de urgência e menor risco de piorar nas próximas horas.



Video publicado nas redes sociais mostra paciente reclamando de atendimento no Hospital Regional de Porangatu. 

Sistema de Cores
O Sistema de cores defini a ordem de atendimento no Hospital Regional de Porangatu. "- A cor vermelha indica risco altíssimo, com necessidade de atendimento imediato

- A cor amarela significa urgência, e demanda atendimento mais rápido. Atendimento previsto em até 20 minutos

- A cor verde indica casos de menor urgência, que podem aguardar atendimento. Atendimento previsto em até duas horas

- A cor azul é para pacientes sem urgência e que podem ser atendidos em unidades básicas de saúde. Atendimento previsto em até quatro horas"