Política

Instituto de Identificação do Tocantins desenvolve sistema de gerenciamento online para emissão de RG

O mecanismo vai promover o agendamento da produção do RG pela internet, num sistema semelhante ao realizado pela Polícia Federal na emissão do Passaporte.

  • Publicado em 06/Mai/2019 às 10h53 ( atualizado às 10h55).

Com a proposta de garantir mais agilidade e rapidez no processo de emissão de carteiras de identidade ou Registro Geral (RG), a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio do Instituto de Identificação, desenvolveu a Plataforma de Atendimento de Perícia e Identificação (Papi). O mecanismo vai promover o agendamento da produção do RG pela internet, num sistema semelhante ao realizado pela Polícia Federal na emissão do Passaporte.

Desenvolvido pelos servidores da Tecnologia da Informação da SSP, a plataforma vai facilitar também a emissão de certificados de antecedentes criminais. Funcionando atualmente de maneira experimental, a previsão é que ainda neste mês de maio o usuário que necessitar emitir o documento poderá realizar todos os trâmites do procedimento pela internet, ficando apenas a coleta de digitais e confirmação dos dados fornecidos pelo usuário online nos núcleos descentralizados de Araguaína, Araguatins, Colinas, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Paraíso, Porto Nacional, e na sede do Instituto, em Palmas.

Segundo a diretora de Papiloscopia da SSP, Naídes Cesar Silva, atualmente o cidadão tocantinense residente no interior, que necessita emitir o RG, chega a esperar cerca de 60 dias para receber o documento. Na Capital, o tempo de espera é de 10 dias úteis. "Esperamos que, com a implantação da Plataforma, o prazo para a emissão do documento caia pela metade, uma vez que grande parte dos procedimentos, que, hoje, acontecem manualmente, serão realizados pela internet, pelo próprio usuário”, afirmou.

Fonte: Secom TO