Claudemir Brito - Portal de Notícias do Tocantins e Goiás Câmara de Porangatu vai gastar R$ 12 mil a mais com serviços contábeis em 2020

Goiás

Câmara de Porangatu vai gastar R$ 12 mil a mais com serviços contábeis em 2020

Um dos contratos passou de R$ 84 mil para R$ 96 ao ano.

  • Publicado em 17/Feb/2020 às 19h08 ( atualizado às 19h52).



Presidente da Câmara de Porangatu, Adriano Valadares. 

Não são somente os prefeitos municipais que se utilizam e abusam das dispensas e inexigibilidades de licitação para contratar escritórios de advocacia, contabilidades ou de consultorias. Os presidentes de Câmaras Municipais também usam do mesmo expediente para contratar esses escritórios para prestarem seus ‘serviços especializados’.

Com apenas 13 vereadores, a Câmara Municipal de Porangatu, Norte de Goiás, gasta R$ 15 mil por mês apenas com serviços de contabilidade.
A Câmara, por meio do presidente, Adriano Valadares, aditivou os dois contratos firmados em 2019, e vai pagar pelos serviços a bagatela de R$ 180 mil durante 12 meses.

Um dos contratos contempla a prestação de serviços de assessoria contábil, abrangendo serviços profissionais especializado de contabilidade pública, prestação de contas junto ao TCM/GO, e em 2019 o valor era de R$ 84 mil e duração de 12 meses. Em 2020, na gestão do presidente Adriano Valadares o mesmo contrato passou para R$ 8 mil mês e R$ 96 mil ao ano, um acréscimo de R$ 12 mil.

O outro contrato prevê a assessoria e consultoria contábil para comissões parlamentares de inquéritos e permaneceu o mesmo valor de 2019, R$ 7 mil por mês e R$ 84 mi por ano.

O portal tentou entrar em contato com o presidente da Câmara por telefone, mas até o fechamento da matéria não tivemos respostas. O espaço continua aberto. 


 

https://camaraporangatu.megasofttransparencia.com.br/receitas-e-despesas/ordem-de-pagamento Link Portal da Transparência.