Polícia

MPTO denuncia dois homens pelo estupro e feminicídio de uma adolescente em Talismã

  • Publicado em 13/May/2020 às 20h51 ( atualizado às 20h54).

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) ofereceu, nesta quarta-feira, 13, denúncia contra dois homens, suspeitos de terem estuprado e matado uma adolescente menor de 14 anos da cidade de Talismã, em fevereiro deste ano. Um denunciado é irmão da vítima e o outro teria tido um breve relacionamento com ela.

Segundo é relatado na denúncia, um dos homens teria surpreendido a irmã e levado-a para uma construção abandonada próxima a residência da família, onde passou a manter conjunção carnal mediante violência e grave ameaça. O outro, que estava à procura da vítima por motivo de ciúme, passou pelo local do crime e se uniu ao primeiro na prática do estupro.

Eles teriam asfixiado, torturado e desferido tijoladas e 12 golpes de faca contra a vítima, que foi a óbito e teve seu corpo arrastado para um matagal localizado nas proximidades da construção. O corpo foi encontrado dias depois, em 11 de fevereiro.

As condições do crime somam uma série de qualificadoras à denúncia criminal, entre as quais estupro de vulnerável, motivação torpe, emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima, emprego de asfixia, tortura e meio cruel, prática de crime em concurso de pessoas e feminicídio.

A denúncia criminal é assinada pelo promotor de Justiça Anton Klaus Matheus Morais Tavares e foi recebida pela Justiça ainda nesta quarta-feira, 13.

Os denunciados encontram-se detidos na Unidade Prisional de Porto Nacional e na Unidade Prisional de Gurupi. (Fonte: MP TO)