Cidades

Após ser notificado pela Justiça, prefeito interino Aier Ribeiro entrega as chaves da prefeitura de Peixe

Prefeito interino afirma que prefeito não quis receber as chaves, e por isso, ela foi entregue a um assessor jurídico da prefeitura.

  • Publicado em 02/Sep/2020 às 22h31 ( atualizado às 23h53).



O prefeito interino foi notificado pela justiça no começo da noite de hoje, 02. O prefeito enviou o assessor jurídico da prefeitura para receber as chaves.

Ontem, Aier Ribeiro contou que José Augusto, mesmo afastado, lhe enviou mensagem para dizer que estava “proibido de fazer qualquer ato administrativo” e que, se o fizesse, “caracterizaria improbidade”. 

De acordo com nota enviada à população da cidade e à imprensa, Aier justifica que não recebeu nenhuma notificação oficial pertinente à decisão e que continuará interino até ser notificado pela Justiça. O que aconteceu no começo da noite de hoje, 02.

Entenda a polêmica
Aier Ribeiro conta que José Augusto, mesmo afastado, lhe enviou mensagem para dizer que estava “proibido de fazer qualquer ato administrativo” e que, se o fizesse, “caracterizaria improbidade”. “Estranhamente a mensagem chega no momento em que seria feito o pagamento dos servidores públicos e dos fornecedores, uma vez que tem dinheiro em caixa”, diz o emedebista na nota.

O interino alegou estranheza no período da mensagem porque, em seguida, se viu impedido de quitar a folha do funcionalismo. “Surpresamente, ao efetuar a autorização dos salários dos servidores, o Banco do Brasil bloqueou a senha da prefeitura sem autorização do prefeito interino, impedindo desta forma o pagamento de centenas de servidores que trabalham arduamente na cidade”, relatou.

José Augusto comentou a nota do interno em material enviado à imprensa. O prefeito afirma que Aier Ribeiro “se recusa” a deixar o Paço, apesar da decisão judicial. Também é questionada a interpretação do presidente da Câmara de Vereadores, que disse só deixar o posto assim que notificado. Segundo o democrata, “a decisão é de natureza pública e tem efeito imediato”, conforme interpretação de juristas.


Bloqueio da senha
O prefeito ainda comenta que o bloqueio das contas do município deve-se justamente a este “efeito imediato” da decisão. “O que ocorre é que pelo fato da decisão da magistrada ter efeito imediato, as senhas de acesso às contas do município, que estavam sob o comando da gestão interina foram bloqueadas, já que a partir daquele momento ele já não respondia mais pela Prefeitura de Peixe”, explicou.