Política

Empresário de Gurupi faz questionamentos sobre poder político e financeiro de Laurez e Gutierres Torquato

Quem se lembra da realidade dos dois em 2012 e vê o poder político/financeiro dos mesmos hoje, bancando gasolina pra tantos carros, sabe que nesses dois mandatos, as coisas mudaram muito. Será que tanto dinheiro vem somente dos salários deles nesses oito anos?

  • Publicado em 13/Oct/2020 às 15h44 ( atualizado às 15h52).

PARECE QUE FORAM MENOS CARROS, QUE AQUELES QUE GANHARAM GASOLINA A POLÍTICA QUE JÁ ERA SUJA, CADA DIA PIORA..

Publicado por Jaime Xavier De Oliveira em Terça-feira, 13 de outubro de 2020

Em 2012, os candidatos a prefeito de Gurupi eram, Carlesse “rico” e Laurez “pobre”. Sofrendo com o “desastre” Abdala, receosos com o candidato rico e buscando o bem de Gurupi, um grupo de empresários resolveu apoiar o candidato pobre. Foi uma campanha bem modesta; para enfrentar o grande volume que vinha sendo investido pelo candidato rico, tivemos que passar o chapéu, sendo que muitos micros e pequenos empresários contribuíram. Mesmo com todo o esforço financeiro, como fui da linha de frente, vi nas mãos do então garoto Gutierres o fechamento das contas da campanha, com dívida de setecentos e sessenta mil reais. Como não vi nenhum dos credores reclamando posteriormente, imagino que todos os compromissos foram honrados.

Quatro anos depois Laurez já não foi o candidato pobre. Em 2016 a campanha à reeleição começou cara e com o “arroxo” dado pelo Valter Júnior, foi necessário gastar muito, mas nem assim precisou mais da ajuda financeira dos empresários gurupienses.

Em 2018 foi a vez de gastarem muito com a campanha Gutierres/deputado.

Eu sei, eu sei, eu sei!!!! Todas as contas foram aprovadas pela justiça eleitoral! Rsrs

Quem se lembra da realidade dos dois em 2012 e vê o poder político/financeiro dos mesmos hoje, bancando gasolina pra tantos carros, sabe que nesses dois mandatos, as coisas mudaram muito. Será que tanto dinheiro vem somente dos salários deles nesses oito anos?