Goiás

Norte de Goiás está na fase critica da segunda onda da Covid-19

  • Publicado em 17/Feb/2021 às 23h22 ( atualizado às 23h27).

A segunda onda de Covid-19 está mais forte que a primeira em Goiás e seis regiões do estado estão em situação de calamidade, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (17) pela Secretaria de Estado de Saúde. Foram emitidas orientações de como cada município deverá agir para evitar o avanço da doença de acordo com a situação da região em que está localizadoAo todo, o estado é dividido em 18 regiões de saúde (veja quais cidades estão em cada área). Em um terço delas, a situação foi considerada preocupante.

“Nós fizemos uma distribuição de casos confirmados por semana epidemiológica de cada região de saúde do estado. Quando fizemos essa avaliação, vimos que em seis regiões temos uma situação que nos preocupou muito, porque no segundo pico de casos temos uma situação pior do que a primeira onda”, disse a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim.

As regiões de saúde listadas em situação de calamidade são: Entorno Sul; Estrada de Ferro; Nordeste II; Oeste I; Rio Vermelho e São Patrício I. Dentro dessas áreas estão 89 cidades.

Em regiões com situação de calamidade, a secretaria recomenda a interrupção de todas atividades, exceto: supermercados, farmácias, postos de combustível e serviços de urgência e emergência em saúde.