Tocantins

Em Miracema do Tocantins, Polícia Civil prende cinco pessoas por tráfico e apreende drogas e armas de fogo

  • Publicado em 08/Jul/2021 às 17h16 ( atualizado às 17h17).

Em operação realizada nesta quinta-feira, 8, em Miracema do Tocantins, os policiais civis da 68ª Delegacia de Polícia, comandados pelo delegado Clecyws Antônio de Castro Alves, apreenderam várias porções de drogas e três armas de fogo, além de terem efetuado a prisão de cinco pessoas suspeitas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Segundo a autoridade policial, a operação foi deflagrada visando dar cumprimento a um mandado de busca e apreensão, em uma residência na cidade de Miracema, onde havia suspeitas de que pessoas estariam escondendo armas de fogo. “As investigações foram iniciadas pela equipe da 67ª DP, sob o comando do delegado Heliomar dos Santos Silva, no sentido de elucidar um crime de homicídio ocorrido no mês de junho de 2021, quando representamos pelo mandado de busca e apreensão em uma residência da cidade”, disse o delegado Clecyws Antônio de Castro Alves.

De posse da ordem judicial, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 8, um efetivo de policiais civis da 66ª, 67ª, 68ª, 69ª e da 7ª Delegacia de Atendimento à Mulher e Vulneráveis de Miracema foi até o imóvel, localizado no Setor Novo Horizonte. Após buscas, localizaram e apreenderam 60 gramas de crack, três armas de fogo tipo revólver calibre 38, municiados e com numeração raspada, bem como, quatro aparelhos celulares, uma balança de precisão além de R$ 1 mil em dinheiro.

Na ocasião, os policiais também efetuaram a prisão de quatro homens, com idades de 20, 23, 41 e anos, e uma mulher de 19 anos. Todos foram conduzidos à 10ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Miracema, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, além de posse irregular de arma de fogo. Após os procedimentos legais cabíveis, os homens foram encaminhados à Cadeia Pública da cidade e a mulher foi recolhida à Cadeia Feminina de Palmas. Todos permanecerão à disposição da Justiça.