Tocantins

Seciju intensifica assistência para custodiados nas unidades penais do Tocantins

  • Publicado em 27/Sep/2021 às 14h59 ( atualizado às 15h10).

Para garantir assistência integral à pessoa em privação de liberdade no Sistema Penal do Tocantins, seja ela material, de saúde, jurídica, educacional, social e cultural, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) está intensificando as assistências à saúde e religiosa nas unidades penais realizadas por meio do programa Mais Reintegração, com apoio de instituições parceiras público-privadas e entidades religiosas, para garantir aos custodiados o exercício da cidadania. Duas destas ações ocorreram na última semana nas unidades penais de Miracema e feminina de Palmas.

As ações de atenção e prevenção à saúde do preso tiveram o apoio da Secretaria de Estado da Saúde e das Secretarias Municipais de Saúde (Semeds); já a assistência religiosa, igualmente importante para a saúde mental dos custodiados, foi ofertada por uma equipe de pastores da Igreja Universal que desenvolve Universal nos Presídios (UnP).

Levando em conta que as assistências previstas na Lei de Execução Penal (LEP), nesse período de pandemia da covid-19, passaram por adequações, a gerente de Assistência Educacional e Saúde ao Preso e Egresso da Seciju, Sandra Veloso, explica a importância da manutenção destas assistências, mesmo com as mudanças necessárias pela preservação da saúde de todos.

“A ausência da assistência religiosa fragiliza o preso e pode gerar danos emocionais, além de interferir no cumprimento da pena, na questão da segurança. Do mesmo modo, as ações de prevenção à saúde estão sendo intensificadas e, com isso, trabalhamos corpo e mente em conjunto”, avaliou a gerente.

Atendimentos

Na Unidade Penal de Miracema, 11 privados de liberdade tiveram atendimentos médicos, odontológicos, psicológicos, psiquiátricos, além de passar pela enfermaria e fazer exames clínicos para detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

O custodiado J.B.L. agradeceu a toda equipe envolvida nos atendimentos. “Muitos de nós necessitamos tomar remédios de uso contínuo e esses atendimentos semanais na Unidade são muito importantes porque acompanham e a gente se sente mais seguro em relação a nossa saúde”, falou.

“Os atendimentos de saúde são muito importantes na prevenção e na manutenção da saúde dos custodiados, sobretudo neste período de pandemia do novo Coronavírus e, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, essas assistências são possíveis e de forma ágil, tanto em exames como em consultas”, enfatizou o chefe da Unidade Penal de Miracema, Gutembergi Bento Gomes

Assistência Religiosa

Já em relação ao direito à assistência religiosa, 45 mulheres custodiadas na Unidade Penal Feminina de Palmas participaram de momentos de louvor e pregação da palavra com o pastor Rogério Santos, da Igreja Universal.

“Quando trabalhamos o espiritual, aliado ao psicológico da pessoa privada de liberdade, acalmamos e levamos paz de espírito a tantas que se encontram ali sem um norte. A espiritualidade muda o comportamento delas na unidade, porque tendo paz de espírito, terá paz com seu próximo, gerando um ambiente mais respeitoso. Pregamos também o amor e, uma vez que elas aprendem a se amar, começam a amar o próximo, gerando discípulos, multiplicadores”, comentou o pastor.

“O apoio religioso é essencial para as pessoas em privação de liberdade, uma vez que o psicológico fica mais abalado e essa assistência tem o poder de acalentar a alma e, de certa forma, deixá-las mais tranquilas, gerando também uma reflexão familiar e sobre a vida”, avaliou o chefe da Unidade Penal Feminina, Cleber Solano. 

Fonte:portal-Tocantins